Ano novo, vida nova, certo?!

Pra mim simmmmm.

O início de um novo ano é, com certeza, um momento importante para fazer reflexões sobre como foi o ano anterior, ponderar sobre o que mudar e onde melhorar no ano que está a começar. Há uma grande expectativa e também pressa em mudar, mas muitas vezes criamos metas surreais, que acabam por ser facilmente colocadas de parte, porque ignoramos o tempo e recursos necessários para a sua execução. Nesse finalzinho de 2014, fiz umas resoluções pro ano que chega…vamos conferir?!

  1. Perder peso

Esta é, sem dúvida, uma das resoluções de ano novo mais populares e também a maior promessa não mantida por muitos.  E para mim, foi escolhida como primeira meta…Em 2015, foco na saúde e isso exige esforço para eliminar uns quilinhos. Porque não adianta desejar perder peso e depois começar o ano a exagerar na alimentação. Temos que ter em mente que emagrecer requer paciência e persistência. Eu vou conseguir!!!

  1. Organização

Gente, eu super necessito ser organizada, no trabalho, em casa, na vida de uma forma geral. Organização faz com que não percamos tanto tempo em determinadas tarefas. Por isso, já comprei uma agenda pra me ajudar!!!

  1. Organizar-se financeiramente

Ter um bom plano financeiro é primordial para se obter a grande maioria das coisas que ansiamos na vida (casa, carro, formação, viajar, fundo de emergência, etc.). Se a sua vida financeira já viu melhores dias, mais cedo ou mais tarde isso irá interferir nos seus planos a curto-médio prazo.​ Para garantir a sua estabilidade e sucesso financeiro, comece por analisar quais os gastos que são realmente necessários e elimine os supérfluos. Use o cartão de crédito apenas para emergências e, se possível, faça investimentos (poupança, ações, imóveis, tesouro direto, etc.) – com o tempo isso vai trazer-lhe tranquilidade financeira. No que toca a dinheiro, não seja imediatista: dependendo das despesas e do endividamento, este objetivo pode levar anos a ser alcançado. O importante é não desistir e exercitar o controle financeiro mês após mês, só assim é que alcançará a organização desejada.

  1. Aprender uma coisa nova

Tocar um instrumento musical, aprender um novo idioma ou a cozinhar são apenas algumas das muitas coisas que as pessoas costumam definir enquanto resolução para o novo ano. Tenha em mente que aprender uma coisa nova é muito bom, mas que também pode trazer as suas dificuldades e levar a uma desistência precoce. Como contornar a situação? Se tiver um amigo que partilha os mesmos objetivos, junte-se a ele e assim um estimulará o outro frente aos desafios e ao desânimo que podem surgir durante o processo de aprendizagem.

  1. Ler mais

Esta atividade, que exige também paz e tranquilidade, é outra resolução com uma alta taxa de abandono. Seja para fins profissionais ou por “hobby”, para manter-se fiel a uma leitura é preciso ter tempo de qualidade (nada de ler quando estiver com sono ou cansado), um local bem iluminado e, preferencialmente, silencioso. O principal: leia sempre algo que lhe agrade, isso ajudará a mantê-lo motivado para ler continuamente.

  1. Apaixonar-se

De longe a meta mais subjetiva de todas, mas também uma necessidade inegável, que é a vontade de partilhar a vida com alguém. Para que a sua paixão chegue e não se torne um problema no ano novo, é preciso ter um pouco de razão junto do coração. Nada de amores cinematográficos, com disparos de coração à primeira vista. É claro que isso pode acontecer, mas não é a regra, é a exceção. A paixão vem quando menos se espera, por isso, evite “forçar” paixões. Permita-se sair, conhecer pessoas novas ou porque não dar uma oportunidade àquele amigo do amigo que está sempre a perguntar por si… quem sabe não nasce aí uma grande paixão?

  1. Passar mais tempo com a família

Trabalho, cursos, viagens de negócios, etc. O mundo moderno imputa cada vez mais obrigações às pessoas, consumindo quase todo o tempo livre, e dedicar-se à família transforma-se, muitas vezes, num verdadeiro desafio. Caso esse seja o seu desejo para o novo ano, comprometa-se a eliminar atividades extras, a não trabalhar até mais tarde nem que seja por um dia na semana ou programe sair com a família pelo menos uma vez por mês. São pequenas atitudes que lhe podem deixar mais perto de quem ama e melhorar exponencialmente os laços afetivos entre todos.

  1. Ajudar os outros

Altruísmo, além de ser uma atitude nobre, é bem raro nos dias atuais, porém, existem muitas pessoas que sentem prazer e realização em ajudar o próximo. Para que esta resolução seja concretizada, comece por decidir de que forma quer ajudar: através do ensino, voluntariado, cuidando de idosos, desenvolvendo projetos sociais numa ONG ou, quem sabe, criar a sua própria associação de apoio social. Depois de definida a sua meta, faça um plano com o tempo que poderá contribuir para a sua causa. Mesmo que não se torne voluntário numa instituição, existem muitas formas de ajudar alguém todos os dias

  1. Ser feliz

Eis uma das coisas mais relativas da vida: enquanto para alguns ser feliz está em alcançar tudo o que for possível, para outros são as coisas pequenas e simples da vida que os satisfazem. Independentemente do que cada um idealiza como ser feliz, isso será sempre um processo de tentativa e erro, já que não há uma fórmula correta para a felicidade. O ponto crucial aqui é ousar, claro que levando em consideração os riscos envolvidos, mas só desta forma, seja em qualquer área da vida, é que será possível alcançar o ideal de felicidade, o seu ideal.

  1. Investir

Essa é uma resolução poderosa!!! Invista em você, na sua auto-estima, naquilo que faz teu coração vibrar e seu olho brilhar!!!

 

Que você tenha um 2015 repleto de amor próprio!!!

2015

Beijos

Indianira Rocha

Loja Privilege

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here